0

Google Nexus 7 – O melhor tablet dentre os menores

Alguns meses após seu lançamento, o tablet Google Nexus 7 continua sendo uma excelente opção de tablet. Quem queria a versão da tablet de 8GB pode se lamentar, pois agora só está disponível a tablet de 16GB. Mas, se você é do tipo de que prefere sempre mais, também existe a versão de 32GB “simples” e a que vem com HSPA+ (High Speed Packet Access Evolved), que se trata de uma tecnologia para telefonia móvel que aumenta o desempenho nas taxas de transmissão de dados, tanto para downlink quanto para uplink.

Desde do lançamento da Nexus 7, tivemos outros três lançamentos que merecem destaque dentre as tablets menores: Kindle Fire HD, iPad Mini e Nook HD. Cada um desses tablets tem seus pontos fortes, o que decidirá qual é a melhor para você são as suas necessidades diárias. Mesmo assim, levando em consideração o preço, o bom tempo de vida da bateria, a nitidez da tela e o ambiente amplo e completo que o Android 4.2 oferece, a Nexus 7 continua sendo o melhor tablet pequeno que você pode comprar.

Prós do Google Nexus 7

  • Tela nítida;
  • Design Confortável;
  • Vida da bateria durável;
  • Preço consideravelmente baixo em relação ao custo/benefício;
  • Android 4.2

Contras do Google Nexus 7

  • O Android ainda precisa de mais apps otimizados para tablets;
  • Os novos games ainda tem alguns problemas de lentidão e travamento;
  • A velocidade HSPA+ varia bem, dependendo da localização

Tirando seu novo slot para cartão SIM e ser levemente mais pesada, a novo versão do tablet com HSPA+ é identica, visualmente e ao toque, à versão original com Wi-Fi. O principal no design exterior é uma textura preta que parece couro, semelhante a que encontramos na Acer Iconia Tab A510, mas cada qual com sua marca em relevo. Pode não parecer grande coisa, mas esse é um daqueles pequenos detalhes que fazem diferença, pois esse acabamento torna o tablet muito confortável.

Google Nexus 7

Na parte que podemos chamar de “moldura do tablet”, aquela parte inativa da tela que fica dos quatro lados, temos outro detalhe que chamaremos de peculiar. As molduras direita e esquerda são finas, porém, o topo e a base são grossas, ao menos mais grossas do que normalmente se vê em tablets de 7”. Apesar de que por um lado essas extremidades mais grossas sejam úteis como lugar pra segurar o tablet ou simplesmente repousar os dedos, dá uma impressão de que o tablet é desnecessariamente longo, mesmo que na questão do tamanho ele seja o menor dentre seus três concorrentes.

O Nexus 7 é notavelmente mais leve que o Kindle Fire HD, mas não é tão fino quando o iPad Mini ou o Nook HD.

Olhando o Nexus 7 “em pé”, vemos a câmera frontal de 1.2 megapixel no centro da moldura do topo. Na direta perto do topo temos os botões de ligar/desligar/travar, próximos ao ajuste de volume. Em torno do lado direito inferior e da base temos a entrada para fones de ouvido, e no centro da base temos uma micro-porta USB. A versão com HSPA+ do tablet vem com um slot para o cartão SIM do lado esquerdo.

Um detalhe que pode incomodar os “mais entendidos” é a falta de uma expansão de memória, a falta de uma saída HDMI ou de uma câmera traseira. A exclusão desses itens foi, com certeza, para baratear o projeto. De qualquer maneira, continua sendo uma ótima escolha para quem não sentir falta desses detalhes.

A versão Wi-Fi do Nexus 7 vinha com Android 4.1, e quem viu esta versão já sabe bem o que esperar da versão 4.2. Ela possui os mesmos controles e uma aparência um pouco menos intimidadora para os “virgens de Android” do que a versão anterior para tablets. O aparelho já vem, claro, cheio de produtos da família Google, como o Play, Music, YouTube, Magazines, etc.

A amplificação pode chegar à resolução de 1.280×800 pixels. Depois de ativar essas configurações, se você tocar rapidamente três vezes no ponto que deseja ampliar, ele fará isso. Isso é diferente do zoom, que permite um aumento de escala e de textos para que estes não fiquem muito desfocados. A ampliação apenas torna as coisas maiores. Graças ao seu design confortável e à sua tela nítida, este tablet é um dos melhores e-readers à venda no mercado.

Um bom recurso que o tablet disponibiliza é o multi screen, que permite que você crie usuários diferentes, sendo que cada um pode manipualar a tela e seus aplicativos da maneira com a qual desejarem, sem que isso prejudique as configurações do usuário original.

Nos últimos meses tivemos uma melhora significativa no Google Play, aos trancos e barrancos, bem verdade, mas é inegável que a qualidade e a quantidade de aplicativos vem crescendo pouco a pouco. Claro (e é aqui que o “appleboys” ficam felizes) que ainda está longe de ser comparada com a App Sotre.

O hardware do Google Nexus 7 possui processador 1.3GHz Nvidia Tegra 3 e 1 GB de RAM. Também possui conexão Wi-Fi 802.11 b/g/n, Bluetooth, GPS e outras coisas mais que, para mim, não fazem lá alguma diferença.

Com o Android Beam é possível enviar páginas da web, mapas, arquivos, mas não aplicativos. A transferência é feita via NFC, e funciona bem. Páginas da web e mapas são transferidos com agilidade, ao passo que imagens e arquivos maiores, claro, demoram mais para serem copiados.

n7-product-hero n7-books Google Nexus 7

Resumo da Obra:

Com um design totalmente excelente, alguns programas realmente funcionais e preço baixo considerando o custo/benefício, o Nexus 7 é a melhor e mais barata escolha para experimentar o que de melhor o Android OS tem a oferecer.

Como nem tudo são flores, e justamente para não dizer que eu não falei da flores, infelizmente para nós, brasileiros, ainda é impossível comprar a Google Nexus 7 diretamente com o Google. Porém, é possível comprar a Google Nexus 7 pelo Mercado Livre, mas por um preço um pouco maior que o oferecido diretamente com o Google. De qualquer forma, ainda é mais barata que suas três principais concorrentes.

Categorias: Informática, Tablets Tags: ,

Deixe um comentário

Enviar Comentário

© 2017 Dicashop. Todos os direitos reservados..